sexta-feira, 18 de setembro de 2009

Super-heróis e anjos

Tem dia que há aquela sensação de força, talvez até de super-heroísmo.
O céu nas mãos e a Terra abaixo dos pés.
Tudo sob controle.
O centro do mundo está na cabeça e nada pode deter as vontades, as ideias, os sonhos.
Não há como controlar.
Tem dias que é assim.
Cada dia um sentimento, ou vários deles, ou todos.
Egoísmo, solidão, amor, felicidade, agitação, ansiedade, tristeza...
Mas o pior de tudo é algo que te abala, que te tira do eixo.
E te faz ver que, independente do sentimento, você nunca está preparado para estar sozinho.
E nunca estamos.
Ao toque de um telefone, um chamado, um grito de socorro e pronto.
Aos poucos a mão que te conforta e a voz que te acalma está com você.
O sentimento de estar seguro, de ser amado, de estar salvo, faz com que até mesmo os super-heróis percebam que há pessoas que são anjos em nossa vida.

3 comentários:

Matheus Junqueira. disse...

"Até mesmo os super-heróis percebam que há pessoas que são anjos em nossa vida."
Muito bom mesmo. Parabéns!

christopher disse...

"O centro do mundo está na cabeça e nada pode deter as vontades, as ideias, os sonhos." - sem comentários. Muito bom.

contraste disse...

Muito confortável ler isto

Caminham por aqui.